banner head

InícioEsporteBrasil derrota o Chile e se aproxima da Copa do Mundo

Brasil derrota o Chile e se aproxima da Copa do Mundo

Seleção se isola na liderança das Eliminatórias e fica perto do Catar

A Seleção Brasileira segue com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar. Na noite desta quinta-feira, em Santiago, o Brasil bateu o Chile por 1  a 0, se isolou ainda mais na liderança e colocou os dois pés no próximo Mundial.

Com o resultado, o Brasil chegou aos 21 pontos, contra 15 da Argentina, sua rival no domingo. O Chile, por outro lado, ficou na sétima posição, com seis. Em quarto, o Uruguai tem nove.

O Brasil esperou o Chile no primeiro tempo. Com boa solidez defensiva e com os atacantes mais preocupados em fazer a retaguarda de Danilo e Alex Sandro, a seleção brasileira deu a bola para os chilenos e só não saiu atrás do placar devido à grande atuação do goleiro Weverton, do Palmeiras.

O goleiro fez importantes defesas. Espalmou duas tentativas de Vidal, que controlou o meio de campo, teve liberdade e arriscou. Em uma delas, Weverton espalmou e a bola sobrou para Vargas. O atacante do Atlético Mineiro viu o arqueiro palmeirense fazer um milagre, à queima-roupa.

O Chile chegou a marcar, mas o árbitro pegou impedimento de Mena, antes do ex-lateral de Santos e São Paulo ajeitar para Morales, nada valeu. O Brasil tentou responder, mas não conseguiu encaixar o contra-atacante, ainda mais com seu principal jogador, o atacante Neymar, apagado. Com isso, acabou levando um 0 a 0 para o intervalo.

Tite precisava mexer no segundo tempo e assim o fez. A aposta foi colocar os jogadores que brilharam pelo Flamengo em campo. Com Gerson, Everton Ribeiro e Gabigol jogando juntos novamente, a equipe ganhou nova cara, populou o meio de campo e abriu o placar. Aos 18 minutos, Danilo avançou pela direita e deu para o camisa 11, que acionou Neymar. O atacante parou em grande defesa de Bravo. Na sobra, Everton fez 1 a 0.

A vantagem fez o Brasil recuar novamente e esperar o Chile para o seu campo de defesa. Em várias oportunidades, a seleção brasileira marcou com os 11 jogadores atrás da linha do meio de campo. O Chile, então, foi para o abafa. Ao parar um dos avanços, Marquinhos levou o cartão amarelo e não poderá enfrentar a Argentina por estar suspenso.

No fim, os ânimos se exaltaram, mas o Brasil segurou o Chile e conseguiu confirmar mais três pontos na tabela de classificação.

Artigos relacionados
- Anúncio -
Radio Ao Vivo

Mais lidas