banner head

InícioNotíciasPolicial é acusado de abuso em abordagem de trânsito

Policial é acusado de abuso em abordagem de trânsito

Caso aconteceu no último domingo (22), na Fonte Luminosa, em Araraquara. Corregedoria da PM deverá receber denúncia. Veja vídeo:

Um policial militar que atua em Araraquara é acusado de praticar abuso de autoridade contra um jovem na noite do último domingo (22), em Araraquara.

O caso ocorreu durante uma abordagem policial em meio à aglomeração de centenas de pessoas na Avenida Bento de Abreu, no bairro da Fonte Luminosa, tradicional ponto de encontro aos fins de semana. Mesmo em meio à pandemia, centenas de pessoas, a maioria composta por jovens sem máscaras, aproveitaram o domingo de aniversário do município e se aglomeraram no local.

Além da presença de um grande número de pessoas, diversos casos de abusos no trânsito foram registrados. Numa dessas ocorrências, um rapaz sem habilitação e sem capacete trafegava perigosamente pela avenida. Ao perceber a aproximação da polícia ele tentou fugir, mas foi alcançado pelos policiais (leia aqui).

No momento da abordagem, um dos policiais teria atingido o rapaz com o capacete. Em seguida, mesmo com o infrator já imobilizado, o policial desfere um chute, além de se referir com palavras de baixo calão (veja vídeo abaixo).

As cenas aconteceram em meio à multidão e foi filmada por testemunhas. O policiamento foi reforçado após a abordagem, mas mesmo assim nenhuma medida foi tomada para dispersar a aglomeração – mesmo com a autorização para o funcionamento dos setores comerciais, o distanciamento e o uso de máscara continuam sendo obrigatórios no Estado de São Paulo.

O condutor da moto foi levado para a delegacia de polícia onde foi autuado por direção perigosa, dirigir sem habilitação e trafegar em alta velocidade. A motocicleta foi apreendida.

A denúncia de abuso de autoridade e agressão deverá ser levada pela vítima para a Corregedoria da Polícia Militar.

 

Prefeitura diz que foi pega de surpresa

Sobre a aglomeração na avenida Bento de Abreu, a prefeitura de Araraquara afirmou que "foi, a princípio, algo que se deu de forma espontânea, com jovens que tradicionalmente frequentavam o local, os quais aglomeraram e provocaram a interrupção do trânsito, colocando em risco a vida de dezenas de pessoas".

Em nota, a Prefeitura de Araraquara, bem como as forças de segurança do município, declarou que "foram pegas de surpresa com a dimensão da aglomeração causada e, de acordo com procedimentos de segurança pública, entendeu por bem não tomar nenhuma medida com uso de força para não gerar tumulto e cenas de violência". A reação diante de uma ação policial se tornaria completamente imprevisível em virtude do número de pessoas já presentes no local.

“O município, por óbvio, estudará medidas a serem tomadas junto com Policia Militar para evitar que o fato se repita. A Prefeitura compreende que as medidas restritivas adotadas durante os piores momentos da pandemia, impediram que todos, em especial os jovens, tivessem acesso ao lazer e manifestações culturais. Mas, claro que, por mais que o município seja compreensivo diante deste fato, não é possível permitir que aglomerações aconteçam ignorando que ainda vivemos uma pandemia”, afirma a administração.

Artigos relacionados
- Anúncio -
Radio Ao Vivo

Mais lidas