banner head

InícioNotíciasGeralPrefeitura oficializa proposta de reajuste de 4,5% aos servidores

Prefeitura oficializa proposta de reajuste de 4,5% aos servidores

Novo estudo foi apresentado nesta segunda-feira e deverá ser encaminhado à Câmara Municipal

Em nova reunião realizada na manhã dessa segunda-feira (25) entre o prefeito Marcelo Barbieri, vereadores da base do Governo e secretários municipais sobre o reajuste salarial dos servidores, Roberto Pereira, responsável pela pasta da Fazenda, apresentou um novo estudo técnico e apontou a possibilidade do índice de 4,5%. Anteriormente, o projeto enviado pela Prefeitura previa aumento de 4% ao funcionalismo municipal.

Uma análise detalhada sobre os investimentos da Administração nos últimos seis anos e o impacto do reajuste aos cofres públicos foi demonstrada ao prefeito e vereadores.Dessa forma, um substitutivo do projeto de lei foi encaminhado à Câmara para votação nesta terça-feira (26). Com a aprovação dos 4,5%, o reajuste já será aplicado na folha de pagamento referente ao mês de maio. Também está garantido a todos os servidores que têm direito o pagamento do abono anual assiduidade.

“Foram inúmeras reuniões entre Prefeitura e vereadores da base para que chegássemos a uma proposta. O Brasil passa por um momento delicado economicamente, e a queda das receitas das prefeituras exige cautela para que possamos honrar com todos os compromissos assumidos, em especial com os nossos servidores”, destacou o prefeito.

Com o reajuste de 4,5% para os 7.500 servidores entre ativos e inativos, o acréscimo na folha de pagamento será de R$ 909 mil por mês e, ao final de um ano, representará um impacto de R$ 12,418 milhões aos cofres públicos.

O Executivo também ressaltou que continuará analisando a movimentação econômica e, se no segundo semestre o cenário apresentar alguma reação com a recuperação da receita por meio de repasses e aumento na arrecadação de impostos, poderá ser estudada melhorias nos benefícios concedidos aos servidores.

 

Proposta será discutida em Assembleia

O Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região (SISMAR) convocou para terça-feira (26) assembléia para discussão da proposta. “A categoria busca pelo menos a reposição da inflação do período, algo em torno de 8,2%. Faz pelo menos três meses que estamos tentando um diálogo com a prefeitura, que não ocorreu até agora”, afirma Marcos Zambone, vice presidente da entidade.

A categoria deliberou estado de greve na assembléia realizada na semana passada e poderá discutir a paralisação dos servidores caso a proposta seja rejeitada pelos servidores.

Na manhã desta segunda-feira (25), um grupo de servidores esteve na Prefeitura de Araraquara para uma reunião com o prefeito Marcelo Barbieri (PMDB). O grupo, no entanto, não foi recebido pelo chefe do Executivo. Em entrevista ao Jornal da Morada, da Rádio Morada do Sol, Barbieri justificou dizendo que o encontro deveria se dar apenas com os líderes do sindicato e a negociação não poderia se dar com um número grande de pessoas. 

 

Artigos relacionados
- Anúncio -
Radio Ao Vivo

Mais lidas